A importância da Avaliação Psicológica na Cirurgia Bariátrica

Em primeiro lugar, vamos definir o que é a avaliação psicológica.

Segundo a Cartilha Avaliação Psicológica disponível no site do CFP.

A avaliação psicológica é um processo técnico e científico realizado com pessoas ou grupos de pessoas que, de acordo com cada área do conhecimento, requer metodologias específicas. Ela é dinâmica, e se constitui em fonte de informações de caráter explicativo sobre os fenômenos psicológicos, com a finalidade de subsidiar os trabalhos nos diferentes campos de atuação do psicólogo, dentre eles, saúde, educação, trabalho e outros setores em que ela se fizer necessária. Trata-se de um estudo que requer um planejamento prévio e cuidadoso de acordo com a demanda e os fins aos quais a avaliação se destina.

A Avaliação Psicológica é um processo flexível e não padronizado, que tem por objetivo chegar a uma determinação sustentada a respeito de uma ou mais questões psicológicas através de coleta, avaliação e análise de dados apropriados ao objetivo em questão. (Urbina, 2007)

Ao contrário do que muitos pensam, inclusive os próprios candidatos à cirurgia bariátrica, a Avaliação Psicológica não serve para impedir que o paciente realize a cirurgia.

Dentre os fatores psicossociais merecedores de atenção, os mais citados são:
  • Compreensão do paciente quanto à operação e as mudanças de estilo de vida necessárias; expectativas quanto aos resultados;
  • Habilidade em aderir às recomendações operatórias;
  • Comportamento alimentar (histórico de peso, dietas, exercício físico);
  • Comorbidades psiquiátricas (atuais e prévias);
  • Motivos para realizar o procedimento cirúrgico;
  • Suporte social;
  • Uso de substâncias;
  • Satisfação conjugal;
  • Funcionamento cognitivo;
  • Autoestima;
  • Histórico de trauma/abuso;
  • Qualidade de vida;
  • Ideação suicida.

Dependendo do propósito que se pretende alcançar a compreensão poderá abranger aspectos psicológicos de diferentes contextos.

É importante atentar que junto com a Avaliação Psicológica são aplicados diversos testes no intuito de compreender características da personalidade e outros aspectos.

Os seguintes fatores devem ser observados na Avaliação Psicológica:
  • Identificar os objetivos da avaliação do modo mais claro e realista possível;
  • Proceder à seleção apropriada de instrumentos;
  • Fazer a correção dos instrumentos de forma cuidadosa;
  • Fazer a cuidadosa interpretação dos resultados;
  • Desenvolver o uso criterioso dos dados coletados;
  • Produzir o relatório verbal ou escrito.

Muitas vezes o paciente tem uma expectativa fora da realidade, imagina que a cirurgia lhe dará uma vida nova e um corpo que lhe dará a felicidade que busca, muitos colocam seus anseios e desejos em torno da cirurgia. É importante alertar aqui que a cirurgia não é a cura para a obesidade, funciona como se fosse uma “ferramenta” de controle alimentar, e esse paciente precisará reaprender a se alimentar priorizando sua saúde.

Para que o psicólogo possa realizar esse procedimento é necessário sólido conhecimento e segurança para a aplicação da avaliação, para se ter esse entendimento e discernimento é necessário que o profissional realize curso pós formação e esteja vinculado à atualização constante.

Ao final da avaliação psicológica um documento será produzido, o laudo, este documento precisa ser escrito com o máximo de neutralidade e imparcialidade possível, para que o resultado seja fidedigno e que esteja dentro da devida ética profissional.

Utilizamos também na avaliação psicológica uma entrevista semi-dirigida que visa compreender expectativas e necessidades pelo qual o paciente busca a cirurgia, além disso, com a entrevista psicológica é possível se aprofundar nas questões do paciente e conhecê-lo um pouco mais a fim de ajudá-lo nessa trajetória.

Os passos da Avaliação Psicológica são os seguintes:
  • Anamnese Psicológica - Momento em que o psicólogo acolhe, entende as expectativas e razões para a cirurgia;
  • Entrevista - Levantamento do histórico familiar, questões do paciente, vida social, histórico de vida em geral;
  • Aplicação de testes - Estrutura de personalidade, momento emocional em que o paciente se encontra, levantamento de questões com possível uso de drogas, alcoolismo e compulsão alimentar;
  • Devolutiva/Laudo psicológico - Deve ser concedida de forma ampla, de modo a fornecer o maior conjunto de informações em relação ao paciente. A decisão pela realização ou não da cirurgia deverá ser discutida entre médico e paciente. Lembrando que um parecer não favorável não significa que a cirurgia não poderá ser realizada em outro momento. Mas, que existem questões emocionais e estas devem ser tratadas antes do processo cirúrgico.
Quem pode realizar a cirurgia bariátrica:
  • Pessoas com idade entre 16 e 60 anos;
  • Insucesso nas tentativas de emagrecimento;
  • IMC acima de 40;
  • IMC acima de 35 com presença de comorbidades (doenças associadas);
  • Avaliação clínica, psicológica e exames pré-operatórios positivos para a cirurgia;
Grau de obesidade obtido a partir do IMC (Índice de massa corpórea)
17
Peso Baixo
18-24
Peso Adequado
25-29
Sobrepeso
30
Obesidade
Tipos de obesidade
30
Obesidade
Grau I
35
Obesidade Severa
Grau II
40
Obesidade Mórbida
Grau III
Para quem a cirurgia bariátrica não é indicada:
  • Indivíduos com cirrose hepática, problemas de pulmão, insuficiência renal e lesões no músculo cardíaco, não devem se submeter a cirurgia bariátrica.
  • Limitação intelectual - impossibilidade do paciente em compreender o processo cirúrgico;
  • Transtornos psiquiátricos não controlados;
  • Vícios - Alcoólatras e usuários de drogas ilícitas, impossibilitando o controle no pós-operatório;
  • Doenças genéticas - Podem gerar alguma complicação durante a cirurgia e no pós-operatório.

É preciso estar atento às mudanças que virão com o processo cirúrgico, tanto as físicas, como emocionais. Uma avaliação psicológica bem realizada deve esclarecer ao paciente de todas essas questões, para que este possa tomar suas decisões de forma clara e consciente.

Por Maristela Silva
Psicóloga - CRP 100464

maristela.silvabs@gmail.com
(11) 99245-4687