Por que procurar um psicólogo?

Por Muitos Motivos...

Mas antes de entrar nessa questão, gostaria de falar um pouco sobre o receio que as pessoas têm de procurar um psicólogo e decidir iniciar uma terapia. Nos dias de hoje, tenho percebido o quanto as pessoas adiam a busca por esse tipo de profissional, muitas vezes por preconceito ou falta de conhecimento sobre o que o psicólogo pode fazer, como trabalha e seu campo de atuação profissional.

Muitas pessoas imaginam que o psicólogo trata apenas de doenças mentais graves como esquizofrenia, transtorno bipolar, dentre outras. Mas isso não é verdade!

Quem nunca ouviu alguém dizer: "Não sou louco, não preciso de um psicólogo".

O psicólogo pode tratar crianças, adolescentes, adultos, pessoas da terceira idade, enfim, todos. Vale lembrar que não existe uma idade específica para o tratamento: Bastar sentir o desejo. Claro que crianças devem ser levadas pelos pais até o profissional, o que acontece normalmente, por algum problema de comportamento.

Mas voltando ao foco das possibilidades de tratamento oferecidas pelo psicólogo, ele pode atender desde aquela pessoa que quer se conhecer, entender suas aptidões e limitações e fazer uma análise pessoal, pessoas com problemas conjugais, pessoas que estão vivendo situações de perdas e luto e as dificuldades do dia a dia, considerando questões pessoais e profissionais. Ansiedade, depressão, fobia, problemas sociais, todas essas situações podem e devem ser tratadas pelos psicólogos.

Um psicólogo não pode receitar medicamentos, esta é uma tarefa para os médicos psiquiatras. Em muitas situações estes profissionais trabalham em conjunto, oferecendo terapia e medicação para melhorar a qualidade de vida do paciente e reduzir os sintomas. É imprescindível que o paciente esteja comprometido com seu processo terapêutico, isto é, precisa querer realizar a terapia com abertura para compreender o que surge.

A fórmula mágica que todos buscam está em encontrar um profissional que o agrade, no sentido de maturidade, profissionalismo e ética, no qual sintam confiança e que se identifiquem, ter disponibilidade para realizá-la e, acima de tudo, querer que este processo de melhoria e mudança aconteça.

Então, por que será que ainda existem tantas pessoas com preconceitos e tabus em relação à terapia?

Pode ser:
  • Falta de conhecimento
  • Exposição da sua vida
  • Medo
  • Resistência
  • Vergonha
  • Receio do que as pessoas vão pensar

Procurar um psicólogo pode ser um grande passo, as vezes difícil e, outras vezes nem tanto, mas sem dúvida, fará você se sentir melhor, livre de medos e receios, com autonomia sobre suas escolhas e seus reais desejos, para que a vida siga mais leve, sem tantos desconfortos e principalmente com recursos para lidar com o que vier pela frente. Estar aberto faz parte do inicio desse processo.

Vá em frente!

Por Maristela Silva
Psicóloga - CRP 100464

maristela.silvabs@gmail.com
(11) 99245-4687