Atendimento Familiar

A terapia familiar se constrói e vai se desenvolvendo com o tempo

envolvendo o terapeuta e uma família normalmente em sofrimento, com dificuldades de interação e onde os papéis de cada um dos familiares não estão claros.

O Terapeuta proporciona a mudança, mostrando novas alternativas para correção dos problemas e mostrando a cada um seu lugar naquela família e suas responsabilidades.

A família é o primeiro contato que cada indivíduo possui ao nascer, portanto de extrema importância, é com o contato com o outro que o sujeito vai aprendendo a partir dos modelos e se desenvolvendo. Aprende-se a respeitar, partilhar, lidar com as dificuldades, administrar os conflitos e internalizar os limites, ou seja, o que pode e o que não pode ser feito, bem como onde e quando é possível realizar determinado comportamento.

O conceito de família foi se modificando com o passar do tempo fazendo surgir novas configurações, atualmente existem famílias com filhos de casamentos anteriores, famílias homoafetivas formadas apenas por homens ou apenas por mulheres, estas famílias optam por adoção ou outros métodos para terem seus filhos e assim constituírem um núcleo familiar.

Em meio a tantas configurações familiares, e a estas se somam avós, tios, primos etc, surgem os conflitos e os papéis de cada um podem se confundir, se misturar com o do outro, as dificuldades de interação no convívio diário aparecem, algumas soluções são propostas pela própria família como meio de apaziguar as dificuldades e mobilizar atitudes e ações mais harmoniosas, o que com certeza é positivo, mas nem sempre é o suficiente para equilibrar aquela família. A terapia familiar embora não seja algo culturalmente incentivada, é importante que as pessoas conheçam, entendam suas possibilidades e tenham a opção de buscá-la se assim o quiserem a acharem necessário.

A terapia fundamenta-se em uma intervenção focada na família, nas dificuldades que permeiam o grupo como um todo e não no individuo. A intervenção visa possibilitar que cada sujeito possa empenhar-se na resolução do problema e ao mesmo tempo responsabilizando-se, essa atitude promoverá conhecimento e a elaboração de novos recursos para tomadas de decisões mais assertivas para seguirem o ciclo de vida e desenvolvimentos dos seus indivíduos.

maristela.silvabs@gmail.com
(11) 99245-4687